sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Personagens de Game of thrones - Moda contemporânea (inspiração)

"Vocês Westerosi são todos iguais. Vocês costuram alguma fera em um pedaço de seda e de repente vocês são todos leões ou águias ou dragões."

 Clique nas imagens para ampliá-las.


CERSEI LANNISTER

Eu sou Cersei da Casa Lannister, a leoa do Rochedo.

JON SNOW
[Preto] sempre foi a minha cor.

MARGAERY TYRELL
Algumas rosas tem espinhos de ferro...

  NYMERIA SAND
Porque, tio, eu amo cobras.


CATELYN TULLY

Filha do rio, noiva do inverno e mãe de lobos.

ROBB STARK
Pela bondade dos deuses, porque alguém haveria de querer ser rei?

SANSA STARK
Tudo o que desejava era que as coisas fossem agradáveis e bonitas, como eram nas canções.

SHIREEN BARATHEON
Eu sou a princesa Shireen da casa Baratheon. E eu sou sua filha.


ASHA GREYJOY

Eu posso proteger a mim mesma, tio, eu sou um kraken.


DAENERYS TARGARYEN

Daenerys Targaryen, Filha da Tormenta, a Não Queimada, Mãe de Dragões, Rainha de Mereen, Rainha dos Ândalos e dos Primeiros Homens, Senhora dos Sete Reinos, Khaleesi dos Dothraki, a Primeira de Seu Nome.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Uma conversa sobre estilo

Para as pessoas que pensaram que eu tinha desistido do blog, eu voltei! Sim, depois de quase 1 ano sem postar nada (gente a última postagem foi sobre O Hobbit, uma jornada inesperada tsc tsc tsc) Vocês já sabem as minhas desculpas de cor e salteado né, mas vou ter que repetir porque continuam sendo as mesmas... Muitos trabalhos, seminários, atividades extras, enfim... Vamos ao que interessa!


Hoje a matéria vai ser beeeem menininha mesmo (sorry boys), porque vou falar de roupas, cabelo, acessórios e etc, que eu não faço ideia se estão na moda ou não (eu não sou muito do tipo que liga para o que está in ou out na moda, sou muito de energia, se eu gosto e acho bonito, uso, se não, pouco me importa se a Kate Moss ou a atriz da novela diga que é lindo e fashion, não tem quem faça eu colocar a dita peça) portanto, se você discordar ou achar tudo muito brega tem todo direito de esculachar nos coments, a internet ta aí pra isso mesmo!
Gola Peter Pan



Gennnnnte tem coisa mais fofa que o estilo vintage? É tão lindo e delicado e mesmo que você não aprecie o estilo como um todo, sempre é possível usar pelo menos uma peça misturada com uma pegada mais rocker. Um grande exemplo disso são as multifacetadas Golas Peter Pan, cujo nome foi inspirado no personagem de Walt Disney que se recusava a crescer. Um clássico da moda, este tipo de colarinho foi criado nos anos 1920 e ressurgiu nos anos 60.

A peça aparece geralmente em vestidos, de estampas florais, blusas, jaquetas e camisas, embora também possa ser usada por baixo de cardigãs. A gola Peter Pan combina com shorts jeans, saias e calças de cintura alta. 

Existe uma enorme variedade de modelos de colarinho: pequenos ou de tamanhos extravagantes ou então, enfeitados com pérolas, pedrarias, crochês e paetês. Combine com roupas de modelagem mais solta, de tecidos como tule, veludo ou renda.
Por ter esse estilo menininha, ao optar pela gola, fuja de outras referências infantis e dispense qualquer tipo de colar
 

Esse não é um blog de moda (nem tem pretensões de ser), portanto não vou aqui mostrar a gola Peter Pan nos desfiles da Chanel, Valentino, Dior ou Calvin Klein que devem ser lindíssimas, mas que não estão na minha planilha de custos. 

Voltando a realidade: Muitas lojas vendem esse estilo de roupa vintage, por terem esse ar antigo, nunca saem de moda para quem curte, portanto sempre tem que compre. As golas também podem ser compradas separadamente: removíveis ou não, elas podem ser costuradas numa roupa que você já possua. Também existe a opção de usá-las como um colar (o que é muito prático já que você pode aproveitar peças que já tem em casa e montar um look totalmente novo) e nesse caso, você pode até recorrer ao maravilhoso mundo dos tutoriais do youtube se for habilidoso com a tesoura e a cola quente.


                              

Estampa Galáctica
 Em 2011 o estilista Christopher Kane dedicou sua coleção inteira à estampa galáctica! (google pra que te quero!)
Eu simplesmente amo esse tipo de estampa! Como a boa nerd que sou (fã de star wars, star trek, doctor who, o guia do mochileiro das galáxias, futurama...) é a minha cara e eu sempre procuro qualquer referência espacial em peças (leggings, blusas, casacos, saias, vestidos) e acessórios (bolsas, capas de celular, tênis...). A dica aqui é usar a peça junto com outra mais nude, simples, para o seu look não virar uma poluição visual e acabe desviando o foco do que interessa... Você!


 Voltando a realidade: Não são peças fáceis de encontrar, principalmente se você, assim como eu, mora em Nárnia e lojas internacionais cobram um frete mais caro que o custo das roupas (sério, parece piada, mas é sério) então o jeito é procurar em lojas de departamentos tipo Riachuello, Marisa, C&A e torcer porque de vez em quando você acha (eu já achei!) ou procurar em lojinhas menores mais fashionistas geralmente nas galerias do rock da sua cidade ou se você se responde com as tintas para tecido, um tutorial no youtube sempre é uma boa opção!

Coques e tranças para o dia a dia

                                     
essa imagem foi meio que um dois em um

Eu gosto de usar os cabelos soltos, mas de vez em quando gosto de dar uma variada no visual e nada melhor do que um penteado rápido (e por rápido eu quero dizer rápido mesmo, pois geralmente acordo cedo e não tem tempo, nem paciência, de ficar fazendo os penteados "simples" que ensinam na TV e internet que levam um monte de grampos, laquê, babyliss e toda a minha estabilidade mental) para dar um ar diferente ao visual.
Como diz o título coques e tranças são as melhores opções por serem muito versáteis e práticos (minhas palavras mágicas) e possuírem uma infinidade de combinações. 

No caso dos coques existem os mais altos, baixos, com tranças laterais, com fios entrançados, românticos, desfiados, com acessórios, sem acessórios, fica a critério total da sua personalidade e estilo.
                                               
Já as tranças também tem inúmeras possibilidades: indiana, espinha de peixe, lateral, simples, embutida... Emfim, é só escolher a que mais combina com você.
                                          
Voltando a realidade: Nesse assunto de cabelos e maquiagem, eu tenho uma guru fashion com quem já aprendi muito e sempre recorro em tempos de necessidade (aqueeeeela festa que surge inesperadamente) e geralmente rola uns ótimos vídeos relacionados nesses tutoriais que você pode clicar e aprender algo que nem achava que queria saber!
Acessórios Steampunk 



Olha a nerd aqui outra vez!  Para quem não conhece, uma pequena explicação vinda direto da wikipédia: 
"O steampunk é um subgênero da ficção científica. Trata-se de obras ambientadas no passado, ou num universo semelhante a uma época anterior da história humana, no qual os paradigmas tecnológicos modernos ocorreram mais cedo do que na História real, mas foram obtidos por meio da ciência já disponível naquela época - como, por exemplo, computadores de madeira e aviões movidos a vapor. É um estilo normalmente associado ao futurista cyberpunk (domínio da tecnologia e da degradação da sociedade)  e, assim como este, tem uma base de fãs semelhante, mas distinta."

Os acessórios Steampunk/ Cyberpunk são bem futuristas, com uma pegada meio retrô, que paradoxalmente funcionam muito bem! O segredo é não fazer cosplay de Capitão Sky e sim equilibrar acessórios como anéis, colares, brincos com roupas mais simples.



                                                
Dica: ear cuff (brinco que tomam quase a orelha inteira) e body chain ( colar que alcança partes do corpo incomuns para um colar, como ombro e cintura, por exemplo) são excelentes opções para quem gosta do estilo.

                                          



Voltando para a realidade: Eu, como vocês já sabem, moro em Nárnia, portanto geralmente compro acessórios mais diferenciados assim em lojas online como a elo7, por exemplo, que eu já comprei (não isso, outras coisas, mas lá vende isso também) e chegaram direitinho e no prazo. Lá são várias lojinhas no mesmo site, então o segredo é conversar com o vendedor e ver qual você prefere.

Tiara de flor

                                                          

Essas eu confesso que descobri por uma piada interna no tumblr, onde photoshopavam (neologismos mode on) na cabeça das celebridades e personagens favoritos. De qualquer modo parece que elas são mesmo uma coisa e uma coisa muito fofa, romântica e com um ar primaveril que eu realmente gosto.
Eu não curto muito as tamanho guirlanda, prefiro as delicadas e sutis que caem bem com quase tudo (shorts, vestidos, t-shirts...).



Voltando a realidade: Lojas de acessórios geralmente vendem, existem as lojas online (tem essas duas com bons preços e que recebem elogios online, porém eu nunca comprei: flordalu e alfinetedoce) e é claro, sempre se pode dar uma corridinha até o tutorial do youtube mais próximo de você!

Bem , isso é tu-tu-tu-tudo pessoal! 

Minha intenção com esse post, além de uma boa conversa de comadres sobre roupas e cabelo, foi mostrar que todas essas coisitas são uma realidade para todas nós (independente de todas as fotos tiradas da net que ilustram essa matéria, com modelos de catálogos de moda e/ou celebridades, tudo aqui é meeeega acessível) e o voltando a realidade no fim de cada tópico foi só uma opção mais alternativa para as pessoas, que assim como eu, estão cansadas das dicas de onde comprar roupas e etc serem apenas em sites gringos como asos, romwe, etc... que são lindos e um arraso e uma tentação, mas que nem sempre é possível comprar neles. 

E os vídeos no youtube são para aquelas pessoas que se arriscam e não estão em busca de produtos perfeitos e sim originais com um, enorme, toque pessoal (sem mencionar que é ótimo saber que ninguém no planeta INTEIRO vai ter um produto igual ao seu)

Até a próxima! (Só espero que não demore muito)


sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Uma aventura na Terra Média com Bilbo Bolseiro

Bem, como a maioria dos fãs da trilogia "O Senhor dos Anéis" já devem saber, depois de quase 10 anos de espera, dia 14 de dezembro de 2012, veremos nas telonas uma nova adaptação da obra de Tolkien, a trilogia "O Hobbit", onde  acompanharemos a aventura de outro Bolseiro do Condado, Bilbo, (Martin Freeman), um hobbit que vive uma vida pacata como a maioria dos outros hobbits, porém tem dentro de si uma grande curiosidade sobre o mundo além daquelas terras. 
Um dia, aparece em sua porta o mago Gandalf, o cinzento (Ian McKellen), que lhe promete uma aventura como nunca antes vista. Na companhia de vários anões, Bilbo e Gandalf iniciam sua jornada pela Terra Média. Eles têm por objetivo libertar o reino de Erebor, conquistado há tempos pelo dragão Smaug e que antes pertencia aos anões. No meio do caminho encontram elfos, trolls e, é claro, a criatura Gollum (Andy Serkis) e seu precioso anel.

  


                                                    
                                    “Seu lar ficou para trás agora, o mundo está à frente.
                 
         A ideia inicial seria dividir a obra em dois filmes, porém após algumas gravações ficou decidido que seria uma segunda trilogia dividida em: Uma jornada inesperada, A desolação de Smaug e Lá e de volta outra vez (o que eu particularmente acho mais condizente, pois prefiro uma história bem contada como em OSDA, do que dois filmes com muitas cenas deletadas apenas para agradar a legião de pessoas que acusam a existência do 3º filme apenas como uma forma dos estúdios lucrarem mais, o que não deixa de ser verdade, mas convenhamos que ninguém investe dinheiro na indústria do cinema para ter prejuízo, não é?!  Mas como já ficou claro, Peter Jackson é obcecado por detalhes e como fã  de Tolkien, ele assumiu a responsabilidade de não fazer dois filmes cheios de cortes, pois segundo Jackson, o livro O Hobbit pode não ser muito extenso, devido também às grandes cenas de ação serem narradas de forma sucinta, porém nas gravações essas mesmas cenas ocuparam um espaço de tempo maior. 
Ainda de acordo com o que Peter Jackson afirmou em entrevistas, veremos elementos de outras obras de Tolkien  incorporados aos filmes, o que aumenta ainda mais o conteúdo destes. Sem mencionar que a ideia de uma nova "trilogia medieval épica" remete imediatamente  à O Senhor dos Anéis, cujos fãs são o  principal público-alvo.)
     
Agora só pra dar um gostinho de "quero mais" os trailers oficiais legendados do filme:

 

  E alguns comerciais de TV que circularam pelo mundo, também legendados:
(são curtinhos, tem uns 30 segundos mais ou menos e contém algumas cenas diferentes dos trailers oficiais, porém não revelam muitos spoilers do filme. Lógico que quem leu o livro sabe o que vai acontecer, porém como isto vai estar na tela é bem diferente.)

  


 E nesse temos um rápido vislumbre de Smaug e um abraço fofo entre Bilbo e Thorin.

Vários personagens conhecidos também voltam em "O Hobbit", além de Gandalf, Gollum e Bilbo (idoso), teremos Frodo, Galadriel, Elrond, Saruman e Legolas, como também conheceremos o pai deste, o Rei-Élfico Thranduil.

                       

       Se essa nova trilogia será tão boa quanto OSDA é difícil saber, depende de cada um, mas sugiro não compará-las com esse objetivo, pois são histórias completamente diferentes. Eu costumo pensar em O Hobbit como uma aventura construtiva, pois acompanharemos Bilbo Bolseiro, uma criatura inocente descobrindo o mundo, aprendendo sobre ele e voltando para casa com uma nova e empolgante experiência, já em OSDA é mais como uma aventura de destruição, onde Frodo Bolseiro, uma criatura também inocente assume a responsabilidade de uma missão árdua em uma viagem extenuante que termina por, de certa forma, destruí-lo. São contextos diferentes, mas dois ótimos livros, que ao que tudo indica, serão duas ótimas adaptações cinematográficas.


"Então vem a neve após o fogo, e até mesmo dragões têm suas terminações." 
- JRR Tolkien , O Hobbit

 _____________________________________________________________________

Gostou? Comente! E não esqueça de votar na enquete no topo do Blog! ;D

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

18 lugares incríveis que parecem cenário de ficção científica

Campos de Tulipas - Holanda
Floresta de Pedra - China
Caverna Hang Son Doong - Vietnã
Árvores Camel Thorn - Namíbia
Chand Baori - Índia
A Porta para o Inferno - Turcomenistão
Estrutura de Richat, "Olho da África" - Mauritânia
Lago Retba - Senegal
Lapland - Finlândia
Estaleiro Naval Mare Island - Califórnia, EUA
Monte Grinnell - Montana, EUA
Salar de Uyuni - Bolívia
Socotra - Iêmen
The Wave - Arizona, EUA
Zhangye - China
Colinas verdes da Morávia - República Checa
Monte Roraima - América do Sul (tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana)
O Metrô de Estocolmo - Suécia
___________________________________________________________________________________ Gostou? Comente! E não esqueça de votar na enquete no topo do Blog! ;D

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

A surpreendente recuperação de Sobrenatural

Como eu deixei claro aqui, eu fiquei realmente decepcionada com a 6º temporada de sobrenatural, pois senti que a série perdeu o ritmo, a vilã principal não convencia e muitas questões e personagens da 5º temporada haviam sido deixadas de lado. Mesmo com todo o desagrado dos fãs, a série foi sendo empurrada, deram uma enrolada daqui, mudaram o vilão dali e acabou que o Crowley (Mark Sheppard)e o anjo Castiel (Misha Collins) salvaram o final com um ótimo cliffhanger. A 7º temporada começou com dois ótimos episódios, manteve o nível ok e algumas boas surpresas como os episódios “Repo Man” e "The Girl with the Dungeons and Dragons Tattoo", teve a volta do personagem Lúcifer, maravilhosamente interpretado por Mark Pellegrino e os novos vilões, os quase indestrutíveis Leviatãs, que mudaram um pouco aquele foco Céu x Inferno das temporadas anteriores, levando a trama para uma disputa Terra x Purgatório e isso deu a inovada que a série precisava. Sem mencionar que eles são ótimos porque mesmo tentando literalmente devorar a raça humana, tem aquela pitada de humor sarcástico que os tornam tão carismáticos a ponto de você torcer por eles ou odiá-los, dependendo da situação e é isso que faz um bom vilão.
Dean Winchester (Jensen Ackles) passou por maus bocados (só para variar), pois sem Castiel e com Sam Winchester(Jared Padalecki) surtando em quase todos os episódios (sem a barreira, ele tem visões de Lúcifer), Dean teve que resolver boa parte dos mistérios sozinho.
Sobrenatural sofreu duros golpes nesses dois anos, além de mudar de emissora, a série também mudou o dia de transmissão já que inicialmente passava nas quintas-feiras à noite, foi para a noite de sexta-feira, conhecida como "zona da morte" das séries, já que é, na maior parte das vezes, um horário no qual jogam as séries que serão canceladas, só para terminar o contrato, basicamente pela baixa audiência do público jovem (principal foco de Sobrenatural) na véspera do sábado. A única crítica ruim que faço é a baixa participação de Castiel na sétima temporada, por motivos de contrato do ator, que passou de personagem fixo para convidado e as mortes de personagens queridos, entretanto tivemos boas surpresas com os novos personagens que surgiram, como o profeta Kevin Tran.
Entre mortos e feridos, salvaram-se todos. A sétima temporada teve um grande final e a oitava começou muito bem com Crowley sendo o vilão principal. Sobrenatural saiu da "zona da morte" e é transmitido nas noites de quarta-feira e Misha Collins é fixo do elenco de novo, ou seja, mais Castiel!
Quem acreditou que a série voltaria a boa forma, foi recompensado. Agora só nos resta torcer para que Sobrenatural mantenha o bom nível e termine com o ótimo final que merece.